União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

KARDEC NOS ALERTA DOS GRUPOS ESPÍRITAS DIVIDIDOS


- Se os grupos, que devem marchar todos para um objetivo comum, estiverem divididos, eu o lamento, (...)

sem examinar quem cometeu os primeiros erros e me coloco, sem hesitar, do lado daquele que tiver mais caridade 

(...) e verdadeira humildade, pois aquele a quem falta caridade está sempre errado, assistido embora por qualquer espécie de razão*. 

Mesmo nos dias de hoje, muitos espíritas têm dificuldade de compreender a postura de Kardec perante as disputas que se criavam em nome do Espiritismo. 

O recado de Kardec, porém, era bastante claro:

o Espiritismo tem por objetivo principal esclarecer ao Homem sobre sua verdadeira natureza espiritual. 


Em outras palavras, a felicidade e o crescimento moral do ser humano é consequência natural do conhecimento de que fazemos parte de uma natureza mais bela e ampla do que nossos olhos podem enxergar. 

Ora, se um grupo espírita entra em conflito com seus semelhantes, é porque não entendeu, verdadeiramente, a proposta mais importante do Espiritismo,

razão suficiente, segundo Kardec, e todo Homem de bom senso,

PARA QUE CONTINUEM A SEREM TRATADOS COMO IRMÃOS, SEM, CONTUDO, QUE SE LHES APÓIEM ESSAS INICIATIVAS.

 

Discurso de Allan Kardec em Lion e Bordeaux, Viagem Espírita em 1862 



Texto: Dermeval Carinhana Jr. Presidente da ADE-CAMPINAS-São Paulo-Brasil 

  

 

 SITE - E aqui, transcrevemos trecho do capítulo VIII de O Evangelho segundo o Espiritismo, no subtítulo VERDADEIRA PUREZA, MÃOS NÃO LAVADAS (página 117 - 107ª edição IDE):

 

"O objetivo da religião é conduzir o homem a Deus;

ora, o homem não chega a Deus senão quando está perfeito; portanto, toda religião que não torna o homem melhor, não atinge seu objetivo; (...)

A crença na eficácia dos sinais exteriores é nula se não impede que se cometam homicídios, adultérios, espoliações, calúnias e de fazer mal ao próximo em que quer que seja.

Ela faz supersticiosos, hipócritas e fanáticos, mas não faz homens de bem. Não basta, pois, ter as aparências da pureza, é preciso antes de tudo ter a pureza de coração".

 

 Nota do site - A religião pode ser prejudicada pelo comportamento de seus seguidores, quando não aplicam seus verdadeiros ensinamentos, e o principal

 

– A UNIÃO FRATERNA COM O PRÓXIMO.

 

Jesus ensinou claramente,

o maior mandamento da Lei de Deus é o Amor.

ONDE ESTÁ A DIFICULDADE DO MOVIMENTO DE UNIFICAÇÃO?

 

O tempo tem mostrado onde está o problema.

Observações feitas em viagens e trabalhos realizados em diversas cidades

do Estado, têm apontado fragilidade nas relações dos irmãos da Doutrina.

Os exemplos têm-nos dito   - que falta Jesus!

Jesus é o Líder máximo da Doutrina e a Doutrina sem os seus ensinamentos

é apenas uma fonte de informações.

Vivida com Jesus se torna o potencial da espiritualização das criaturas.

Do que adiante saber o que o Espiritismo nos ensina se não praticamos

a boa  convivência com base na moral do mestre?

O que fazemos na hora de perdoar, de compreender, de aceitar os limites do próximo?

O que fazemos na hora de respeitar suas considerações? Aí pensamos só em nós e assim fugimos dos mandamentos do Cristo, que engloba o Amai-vos uns aos outros. Só assim poderemos viver em harmonia e construir a verdadeira unificação dos espíritas.

É o que Emmanuel disse ao Chico, se eu fizer qualquer coisa contrária a Kardec e Jesus, fique com Eles e me esqueça. É praticando Kardec com Jesus pelo Amor e pela Compreensão que conseguiremos a nossa verdadeira integração.  (JC)

Veja Também

A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)
A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)
A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)