União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

Os sentimentos

 

 

 

 

Inicialmente recorremos ao Aurélio para definir o que é o Sentimento. Eis a seguir: Ação ou efeito de sentir. Sensibilidade. Conjunto de qualidades morais do indivíduo. 

Os sentimentos foram estudados por várias áreas do estudo do conhecimento humano. Os pesquisadores materialistas acham que os sentimentos são uma mera manifestação de áreas localizadas no cérebro. Inativando-a, a pessoa não demonstra sentimento nenhum. Não temos dúvida de que o cérebro é o veículo de expressão da mente, mas, não é a própria mente. Os estudiosos afirmam que entre expressar e ser existe uma distância considerável. Atualmente, os neurocientistas conseguiram localizar, no cérebro, as regiões correspondentes à fala, à audição, à parte da inteligência, às diversas emoções, aos sentimentos e os demais atributos do homem.

Recentemente eles já conseguiram descobrir o percurso desenvolvido no cérebro por uma saudável ou negativa emoção, bem como no trabalho dos neurônios no comando dos agentes psíquicos que resultam dessa energética em movimento nas camadas cerebrais. E o mais interessante, dependendo da emoção ou do sentimento, o cérebro atua na produção de certos hormônios e demais substâncias químicas correspondentes ao tipo da função psíquica exercitada naquele momento, podendo daí, gerar a saúde ou a doença.

O Dr. Deepack Chopra, endocrinologista indiano, radicado nos Estados Unidos e autor de vários livros afirma que: o estudo do cérebro é muito significativo por aquilo que ele representa na estrutura do corpo físico, bem como, pela grande central desencadeadora de reações químicas que ele é. No entanto, por detrás dele está à fonte mental de todos os fenômenos intelectivos, emocionais e morais: O Espírito. No século XIX, também, foi apresentado, cientificamente, ao mundo pelo eminente pedagogo francês, Allan Kardec.

Como estamos no início da Era do Espírito, surgem, atualmente, alguns estudos na própria área médica e psicológica a respeito da prece, da meditação, da transmissão de energias psicofísicas (passes espíritas), da reencarnação e da influência da mente extrafísica sobre o corpo humano.

 São ensaios alvissareiros desenvolvidos por algumas Universidades Americanas e Brasileiras que já se interessam por este tipo de pesquisas, ainda, que existem resultados significativos no campo da saúde física e mental quando as pessoas meditam, quando efetuam preces e quando são submetidas aos chamados toques terapêuticos (o conhecido passe espírita aplicado, gratuitamente, nos Centros Espíritas do Brasil). Além destas pesquisas, vimos o trabalho desenvolvido pelo Dr. Ian Stevenson, da Universidade da Virgínia, na Califórnia, sobre a Reencarnação. O Dr. Stanislaw Grof da Universidade Americana Jonhs Hopkins que lançou os livros: “Além do Cérebro” e “Emergência Espiritual”, apresentando, assim, uma proposta revolucionária na direção da consciência humana. 

 O escritor espírita Jason de Camargo no seu livro a ‘Educação dos Sentimentos’ afirma que o Sentimento é o cerne da Espiritualidade. Ele pode ser considerado uma função racional, mas sutil, porque obedece à lógica do coração e não da cabeça. A lógica do Amor, por exemplo, transcende a racionalidade intelectiva, mas não transcende a racionalidade das leis que também vigem na alma humana e que são tão ou mais importantes do que aquelas que se referem à intelectualidade do homem. 

Podemos alegar que Chico Xavier, Bezerra de Menezes, Divaldo Franco e tantos outros, deste e do século passado, pelas suas vivências, trabalharam no Amor e na Caridade os sentimentos superiores realizando uma obra de transformação da humanidade conforme a assertiva do Espírito de Verdade:

“Espíritas Amai-vos, este o primeiro ensinamento; Instruí-vos, este o segundo”. A prioridade foi direcionada ao “Amor”, justamente por ser ele a lei suprema da consciência e a mãe de todas as virtudes.

Finalmente agindo pela educação dos Sentimentos, por certo, encontraremos a paz e a saúde, libertando-nos dos vários tipos de sofrimentos desta ou de outras vivências.

João Batista Cabral – Presidente da ADE-SE - Associação de Divulgadores do Espiritismo de Sergipe. Conferencista. Jornalista. Psicoterapeuta Transpessoal.

Matéria publicada no Jornal Cinform de Aracaju para uma edição de 22.000 exemplares.