União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

AS DOENÇAS E SUAS ORIGENS EM PROBLEMAS ESPIRITUAIS

 

Não viemos para a terra a passeio, nós encarnamos para evoluir;

Cada vez que formos teimosos em aprender algo, essa situação irá se repetir inúmeras vezes , até que seja completamente compreendida;

Nosso corpo é uma espécie de passaporte para a terra, e é emprestado, ou seja, não nos pertence, não vamos levá-lo quando formos embora daqui.

Esse corpo que nos foi emprestado possui uma matéria muito densa, para poder caminhar por aí,

MAS ALTAMENTE SENSÍVEL AO PENSAMENTO E MALES MANIFESTADO PELA ALMA.

É um corpo sensorial, de forma que basta para nós pensarmos sobre determinado assunto e o corpo irá reagir, com aumento de batimentos cardíacos, suores, tremores, enfim...

 

O fato do nosso corpo ter a capacidade de reagir aos pensamentos com tanta intensidade como se estivesse vivendo uma situação real, faz com que

SENTIMENTOS NEGATIVOS , MÁGOAS, RANCORES, TENHAM EFEITOS DEVASTADORES SOBRE O SISTEMA FÍSICO.

 

Por exemplo, você foi ofendida sem razão por um vizinho, e não conseguiu se defender, aquela imagem da ofensa, e a sensação da humilhação ficam presentes em sua mente o dia inteiro, por mais que tente não consegue esquecer, vive a cena em sua imaginação várias vezes seguidas, sentindo a mesma raiva e mágoa repetidamente e em todas as vezes , seu pulso se acelera, sua respiração ofega, seu corpo sente...

perceba que isso vale para qualquer situação, seja real ou imaginária, pode ser que você seja do tipo de parceiro ciumento e fica produzindo "filmes com efeitos especiais" do seu amorzinho te traindo, ou sendo paquerado, em sua mente, vê tudo com muitos detalhes, sua pressão arterial sobe, e fica a beira de um infarto, não consegue dormir nem comer.

 

É CLARO QUE JÁ PERCEBEU, QUE TODA ESSA MONTANHA RUSSA DE EMOÇÕES PODEM ACABAR COM SEU CORPO, BEM LENTAMENTE, MANIFESTANDO MUITAS DOENÇAS.

 

A expressão "doença" origina-se do termo em latim "dolentia" que significa “sentir ou causar dor, afligir-se, amargurar-se”.

Os especialistas consideram as doenças como manifestações patológicas que se apresentam em nosso organismo. Elas estão sempre associadas a sintomas específicos, levando o indivíduo que as apresenta a se privar de prazeres físicos, emocionais e mentais.

 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) classifica doença como a ausência de saúde e disponibiliza para a sociedade a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, designada pela sigla CID (Classificação Internacional de Doenças).

No CID temos acesso à classificação das doenças e à grande variedade de sinais, sintomas, aspectos normais, queixas, circunstâncias sociais e causas externas para ferimentos e doenças.

As doenças psicossomáticas podem exercer ação na saúde do corpo de maneira intensa.

 

A hipófise, uma glândula que possui ligação com a região do hipotálamo no cérebro, é a responsável pelo mecanismo que desencadeia a doença, uma vez que ela produz hormônios que controlam todas as funções do organismo.

 

REAGINDO DE FORMA VIOLENTA ÀS EMOÇÕES PROVOCANDO SENSAÇÕES QUE VARIAM DESDE UMA DOR DE BARRIGA A UMA URTICARIA INTENSA.

 

Por outro lado para O NEUROCIENTISTA NÚBOR FACURE, "TODA DOENÇA, DE QUALQUER NATUREZA, TEM SEMPRE UMA MOTIVAÇÃO ESPIRITUAL".

 

Segundo a literatura espírita, a doença espiritual pode ter como motivação a necessidade de aprendizado que um espírito tem, pode também ocorrer que um grupo de espíritos tenham necessidade de aprendizado por meio da doença.

Ou seja, o aprendizado poderá ser conseguido individualmente ou por grupos de espíritos.

 

Em muitas oportunidades só se consegue a evolução do espírito através de enfermidades que agem sobre o corpo.( A dor  tem a finalidade de despertar-nos para o aperfeiçoamento do espírito  –  espírito doente : corpo doente, Manoel F. de Miranda)) Ou ainda, pode ocorrer de as enfermidades servirem como "freios" para vícios que o espírito costuma reincidir ao longo de diversas reencarnações.

 

 

Algumas doenças tem sua origem em desequilíbrios espirituais ou  podem ocorrer ainda em razão da atuação de espíritos obsessores que se ligam ao doente e os fazem sofrer.

 

UMA PESSOA PODE, EM RAZÃO DE SEU COMPORTAMENTO MAU, ATRAIR PARA PERTO DE SI ESPÍRITOS DE MESMA VIBRAÇÃO.

 

Por exemplo, uma pessoa que se entrega ao vício da bebida, atrai para ele a presença de espíritos que, enquanto encarnados, eram igualmente viciados. Acabam por se tornarem parceiros no vício. O doente ingere a bebida pelo prazer do beber, o espírito obsessor sente a energia da bebida, o fluido atuando e recebe tudo isso como se fosse uma dose.

 

O mesmo pode ocorrer para todos os vícios, glutonaria, sexo, compras...

 

Saiba, amigo, que se algo te aprisiona, ( você tem qualquer vício) seu poder está comprometido,

PRECISA SE EQUILIBRAR PRIMEIRO, POIS PARA COMANDAR AS FORÇAS DO UNIVERSO, PRIMEIRO TEM QUE COMANDAR SUA PRÓPRIA MENTE.

 

No mesmo exemplo pode ocorrer de o doente ter o espírito obsessor como inimigo, pode tê-lo feito inimigo nesta vida e tendo ele desencarnado aproveita-se dessa condição e o influencia para que use a bebida como meio de livrar-se dos problemas.

 

No Livro dos espíritos é feito a seguinte pergunta "474

...a alma pode se encontrar na dependência de outro Espírito, de maneira a estar por ele subjugada ou obsediada, a ponto de sua vontade ficar, de algum modo, paralisada?"

 

a resposta é afirmativa "Sim, e esses são os verdadeiros possessos. Mas é preciso entender que essa dominação NUNCA ocorre sem a participação daquele que a sofre, seja por sua fraqueza, seja por seu desejo.

 

"É IMPORTANTE RESSALTAR QUE SÓ O AMOR CURA TODOS OS MALES, POR MAIS QUE EXISTA UM ESPIRITO DE VINGANÇA, SUA ATITUDE SENDO DE AMOR E DE CARIDADE, NEUTRALIZA OS EFEITOS NOCIVOS DE QUALQUER ENTIDADE.

 

(Jesus – O Amor cobre a multidão dos pecados)

 

PESSOAS QUE TEM EM SUA MENTE IDEIAS DE ÓDIO DE INVEJA E DE VINGANÇA SÃO PRESAS FÁCEIS PARA ESPÍRITOS OBSESSORES,

que irão gradualmente incutir fluidos em seu perispírito para que suas ideias maléficas cresçam e as doenças apareçam levando a sua destruição.

 

Todo e qualquer pensamento, ou emoção, ou sensação, ou sentimento NEGATIVO, gera no perispírito um acúmulo de energia negativa.

 

O organismo perispiritual adquire uma forma mais densa e sua cor fica mais escura, por causa da absorção dessas energias nocivas.

 

Imagine que você vai fazer um bule de café. O coador, inicialmente está limpo. Ao colocar o pó de café e adicionar a água quente forma-se a borra, que é o mesmo pó só que molhado. Mesmo que você tente limpar o coador ele permanecerá manchado. Se o coador for de pano levará um certo tempo para limpá-lo, o mesmo ocorrerá se for de papel.

 

O mesmo ocorre com o espírito. Ainda que o organismo perispiritual absorva a maior parte das energias negativas e possa até "descarregar" esta substancias no corpo físico, o espírito ficará "manchado".

Necessitará de uma limpeza mais profunda.

A ENCARNAÇÃO EM UM CORPO DOENTE OU PREDISPOSTO A UMA DOENÇA MAIS GRAVE CONTRIBUI PARA QUE ESSA LIMPEZA SEJA EFETUADA MAIS RAPIDAMENTE.

 

 

Deve ficar evidente que estamos envolvidos pela lei maior que é a Lei do Amor. Deus em sua Sabedoria infinita não deseja o sofrimento do ser humano.

Há na literatura espírita exemplos de personagens que utilizaram outros meios de se harmonizarem com a lei cósmica do amor. Embora tenham descumprido com as regras maiores, escolheram tarefas voltadas para o bem da humanidade, ou para o bem das comunidades onde viveram, resgatando com o bem realizado o mal realizado em outras vidas.

A limpeza cármica pode e dever ser realizada sem o sofrimento, ocorre que muitos espíritos buscam aprimorar-se mais rapidamente escolhendo muitas vezes a doença como meio de expiar o mal feito anteriormente.

O importante, é que depois de se esgotarem todas as pesquisas em médicos com resultados normais em todos os exames, seja feito uma alto

AVALIAÇÃO MUITO SINCERA PARA QUE A MUDANÇA OCORRA DE DENTRO PARA FORA

e depois que a mudança estiver instalada, a cura será uma consequência.

Fiquem com Deus!

Bibliografia

 

 Dahlke,R - A Doença como Linguagem da Alma - ed. Cultrix).

Kardek,A - O livro dos espiritos -ed. Mundo maior

 Postado há 2nd July por  Marcia Regina