União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

É O PASSADO QUE VOLTA..... Vícios surgem, tentações e sofrimentos aparecem de onde?

autorJairo Capasso

 

Em nossas existências, que se desenrolam  naturalmente,  uma após a outra,   temos aprendizados diversos, costumes,  defeitos, virtudes  e  falhas,  vícios,  comportamentos saudáveis  e  comportamentos  prejudiciais. LEON  DENIS  nos lembra que  “A alma, depois de residir temporariamente no Espaço, renasce na condição humana, trazendo consigo a HERANÇA, boa ou má, do seu passado”.  

 

As nossas experiências principalmente  as  mais demoradas se  enraízam;  as boas  nos ajudam, as más, desarmonizam, desequilibrando o nosso psiquismo e dificultando a vida.   Estes arquivos mal resolvidos   muitas  vezes  nos vencem pois ainda não estamos preparados para superar  certos  procedimentos nossos  do  passado, que podem ser desajustes, inversão  da sexualidade, desregramentos profundos, vícios, excessos de comportamentos maldosos que egoisticamente praticávamos... Estes RETORNAM sutilmente a nos atormentar e quase que a EXIGIR QUE VOLTEMOS A SER O QUE ÉRAMOS ANTES, nossa personalidade contaminada de aberrações do passado. 

 

“Trazemos nos mais profundos arquivos do inconsciente um somatório de vivências tanto felizes como desagradáveis.”    Os arquivos do passado podem voltar por muitos motivos, por estímulos externos ( o mundo hoje é cheio propagandas viciantes), por envelhecimento do corpo, por drogas, por imagens, ideias e sugestões de Espíritos doentes, vingativos, obssessores.

 

“Quando se permite corromper, isso nos trás conflitos emocionais e psíquicos que impõem duros processos de recuperação, de que não se pode furtar com facilidade” (Manoel Fhilomeno de Miranda/Divaldo), pois  nossa mente está vivendo outras experiências e esses arquivos maliciosos não mais fazem parte de nosso hoje.

MAS ELES ESTÃO AINDA MAL RESOLVIDOS  E PRECISAMOS, LIMPAR, PURIFICAR, FILTRAR, DEPURAR o nosso Espírito para evoluir. Por isso o apóstolo  Tiago 1:12-14 diz,  - “ Feliz o homem que SUPORTA a tentação. Porque, depois de sofrer a provação, receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam. Cada um é tentado pela sua própria concupiscência, que o atrai e alicia.”

 


Ele quis dizer, nós precisamos aproveitar esses momentos que surgem, de baixa espiritualidade, ESTIMULADOS POR INSTINTOS E SENSAÇÕES PRIMITIVAS que ainda existem em nosso Espírito, para  superá-los e nos aperfeiçoarmos e não mais voltarmos a cometer  desatinos, quaisquer que sejam eles. (ler P.919 de o L.E) Do contrário, podemos voltar a procedimentos  falhos de  existências passadas. 

 

 

 

Vivendo hoje, Com o passar dos dias podemos começar a ter essas influências  de arquivos mal resolvidos  em experiência remota, COISA  QUE TEM QUE SER RESOLVIDA em uma ou em muitas outras reencarnação. É muito comum obsessores, inimigos do passado, nos estudarem E TRAZEREM PARA AS NOSSAS MENTES LEMBRANÇAS de viciações do passado, para nos enfraquecer e  com isso nos dominar. Manoel  Philomeno de Miranda, no livro Sexo e Obsessão, de Divaldo Franco, nos confirma essas Influências. “Nenhum  espírito  será  evoluído,  sem acertar tais desacertos psíquicos, ainda mantidos    intactos  em arquivos de outras existências”.

 

No livro Libertação, Cap. II,  o mentor informa a André Luiz que essas influencias, nos espíritos fracos duram milênios, e explica que há 10.000 anos Espíritos têm renascido na Terra, sempre repetindo os mesmos padrões, incluindo  vícios, defeito, mal costumes, compulsões, etc.