União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

Ser espírita de verdade é assim ( confira )

Voto Espírita 

O espírita é alguém que assegura a si mesmo ser efetivamente:

- tão confiante nas leis Divinas que jamais se confia à desesperação;

- por mais agudo que lhe seja o sofrimento;

- tão otimista que nunca perde a coragem, nos embaraços de que se vê defrontado, aguardando o melhor que pode nas atividades do dia-a-dia;

- tão diligente que jamais abandona o trabalho, ainda mesmo quando lucros ou perdas o induzam a isso;

- tão compreensivo que facilmente descobre os meios de justificar as faltas do próximo;

- tão firme nos ideais que, em circunstância alguma, surpreende motivos para cair em desânimo;

- tão sereno que não se afasta da paciência, sejam guias forem os sucessos desagradáveis;

- tão conhecedor das próprias fraquezas que não encontra oportunidade ou inclinação para registrar as fraquezas dos outros;

- tão estudioso que não perde o mínimo ensejo para a aquisição de novos conhecimentos;

- tão realista que não alimenta qualquer ilusão a seu próprio respeito, aceitando-se hoje imperfeito ou desajustado, como seja, mas sempre envidando esforço máximo para ser amanhã como deve ser;


- tão entusiasmado ante a Criação e a Vida Eterna que jamais permiti venham dificuldades ou provações solopar-lhe a alegria de viver ou obscurecer-lhe o dom de servir.


O espírita, enfim, é alguém ciente de que Deus está ao lado de todos, mas procura firmar-se, sentir, pensar, e agir, incessantemente, ao lado de DEUS.

( Francisco Cândido Xavier por Albino Teixeira . In: Coragem)