União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

ALMAS PROBLEMAS? ( pai, mãe, filho, avó, companheiro...) por Joana de Ângelis

 

 

 

 

 

 

A pessoa-problema que renteia contigo, no processo evolutivo, NÃO TE É DESCONHECIDA.

 

O filhinho-dificuldade que te exige doação integral, não se encontra ao teu lado por primeira vez.

O ancião-renitente que te parece um pesadelo contínuo, exaurindo-te as forças, não é encontro fortuito na tua marcha.

 

O familiar de qualquer vinculação que te constitui provação, NÃO É RESULTADO DO ACASO que te leva a desfrutar da convivência dolorosa.

 

TODOS ELES PROVÊM DO TEU PASSADO ESPIRITUAL.

 

Eles caíram, sim, e ainda se ressentem do tombo moral, estando hoje a resgatar injunção penosa.

 

MAS TU TAMBÉM.

 

Quando alguém cai, sempre há fatores preponderantes e outros predisponentes, que induzem e levam ao abismo.

 

Normalmente, oculto, o causador do infortúnio permanece desconhecido do mundo.

 

NÃO, PORÉM, DA CONSCIÊNCIA, NEM DAS SOBERANAS LEIS.

 

Renascem em circunstâncias e tempos diferentes, TODAVIA, VOLVEM A SE ENCONTRAR, seja na consanguinidade, por meio da parentela corporal, ou mediante a espiritual na grande família humana, TORNANDO O CAMINHO DAS REPARAÇÕES E COMPENSAÇÕES INDISPENSÁVEIS.

Não te rebeles contra o impositivo da dor, seja como se te apresente.

 

Aqui, é o companheiro que se transforma em áspero adversário.

 

Ali, é o filhinho rebelde, ora portador de enfermidade desgastante.

Acolá, é o familiar vitimado pela arteriosclerose tormentosa.

 

Mais adiante, é alguém dominado pela loucura, e que chegam à economia da tua vida depauperando os teus cofres de recursos múltiplos.

 

Surgem momentos em que desejas que eles partam da Terra, a fim de que repouses.

 

Horas soam em que um sentimento de surda animosidade contra eles te cicia( murmura ) o anelo (anseio)  de ver-te libertado.

Ledo engano!

 

SÓ HÁ LIBERDADE REAL, QUANDO SE RESGATA O DÉBITO.

 

Distância física não constitui impedimento psíquico.

 

Ausência material não expressa impossibilidade de intercâmbio.

 

O Espírito é a vida, e ENQUANTO O AMOR NÃO ABRANDA AS DORES E NÃO LIMA AS ARESTAS DAS DIFICULDADES, o problema prossegue inalterado.

 

Arrima-te  ( apoiar) ao amor e sofre com paciência.

Suporta a alma-problema que se junge a ti e não depereças nos ideais de amparar e prosseguir.

AMA, SOCORRENDO.

 

Um dia nascerá luminoso em que superadas as sombras que impedem a clara visão da vida, COMPREENDERÁS A GRANDEZA DO TEU GESTO e a felicidade da tua afeição a todos.

 

O problema toma a dimensão que lhe proporcionas.

 

 Mas

O AMOR, QUE COBRE A  MULTIDÃO DOS PECADOS VOLTADO PARA O BEM, RESOLVE TODOS OS PROBLEMAS E DIFICULDADES,

fazendo com que vibre a Paz duradora por que te afadigas.

****************

Joanna de Ângelis