União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

EXISTEM OUTROS MUNDOS HABITADOS NO UNIVERSO?

 

 

”Na Casa de meu Pai há muitas moradas.” (Jesus)

 

                              

                                                             O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

        Wernher Von Braun, cientista alemão e Pai do foguete que levou astronautas americanos para a Lua, disse que ele seria o último homem a afirmar que só existe vida na Terra. Carl Sagan  Cientista e  Astrônomo, disse:- “Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço”.

O universo é infinito, não há paredes barrando sua extensão e existem milhões de galáxias  (a nossa galáxia chamada Via Láctea possui mais de 100 bilhões de estrelas). Sim, bilhões de estrelas possuem as galáxias, e hoje a ciência está provando que milhões e milhões de Sóis têm em sua órbita planetas, como em nosso sistema solar.   Noticia a   Folha de Paulo, 12.09. 2011, “Novo planeta semelhante  à Terra tem potencial para vida. Astrônomos europeus anunciaram nesta segunda-feira a descoberta de 50 novos planetas fora do Sistema Solar. Entre eles, um que poderia ter água líquida, condição fundamental para o desenvolvimento da vida como a conhecemos.”

Então, a resposta ao tema é – sim, existem outros mundos habitados.

Os corpos de habitantes dos mundos variam de mundo para mundo, mas todos são Espíritos imortais em evolução. Portanto, há mundos onde seus habitantes são possuidores apenas de corpos mais sútis não visíveis aos nossos instrumentos e, assim, a nossa visão material não os notaria e nossos aparelhos não os registrariam. Mas existem mundos de todos os tipos, desde os mais primitivos, como foi a Terra há milênios, quanto os mais evoluídos, em corpos físicos. ( mundos primitivos, mundos de provas e expiações, mundos de

 

 regeneração, mundos felizes e mundos divinos, Cap. III, item 4,Evangelho Segundo o

Espiritismo).   “Os seres que habitam os diferentes mundos têm corpos semelhantes aos nossos?

- Sem dúvida que têm corpos, porque é necessário que o Espírito se revista de matéria para agir sobre ela: mas esse envoltório é mais ou menos material, segundo o grau de pureza a que chegaram os Espíritos, e é isso que determina as diferenças entre os mundos que temos de percorrer. Porque”  há muitas moradas na casa de nosso Pai!(Jesus) e muitos graus evolutivos, portanto. Alguns o sabem, e têm consciência disso aqui na Terra, mas outros nada sabem.” (Questão 181 do LE.) Por que nossos cientistas não têm encontrado  ainda mundos habitados como a Terra?

 

 A Divindade é sábia. E estes mundos estão muito distantes uns dos outros. E sabem o porquê?  Para que um não influencie na evolução natural do outro. Então quando estiverem evoluídos moralmente, suas tecnologias poderão alcançar uns aos outros, sem prejuízos em seus graus evolutivos.  No livro O consolador, Emmanuel responde e confirma (perg. 71 e seguintes), sobre a posição da Terra em relação a outros mundos habitados.

       “No turbilhão do Infinito, o sistema planetário centralizado pelo nosso Sol é excessivamente modesto, constituindo um aspecto muito pobre da Criação. Basta lembrar que o Sistema de Capela, um dos nossos vizinhos mais próximos, é um Sol 5.800 vezes maior que o nosso astro do dia, sem esquecermos que a Terra é 1.300.000 vezes menor que o nosso Sol. Nessas cifras grandiosas, compreendemos a extensão da nossa humildade no Universo. Existem planetas que oferecem piores perspectivas de existência que o vosso e, no que e refere a perspectivas, a Terra é um plano alegre e formoso, de aprendizado. O único elemento que aí destoa da natureza é justamente o homem, avassalado pelo egoísmo. Conhecemos planetas onde os seres que os povoam são obrigados a um esforço continuo e penoso para aliciar os elementos essenciais à vida; outros, ainda, onde numerosas criaturas se encontram em doloroso degredo.          

 

Entretanto, no vosso, sem que haja qualquer sacrifício de vossa parte, tendes gratuitamente céu azul, fontes fartas, abundância de oxigênio, árvores amigas, frutos e flores, cor e luz, em santas possibilidades de trabalho que o homem há renegado em todos os tempos.” O Escritor Monteiro Lobato disse, certa vez, que “afirmar que a Terra é o único planeta habitado é o mesmo que dizer que, numa goiabeira, somente numa goiaba tem bicho.”

«Existem tantas estrelas e planetas no universo ... que seria presunçoso pensar que a vida se desenvolveu somente na Terra", afirma  o astrofísico, Michel Mayor, diretor do Observatório de Genebra. E para não ficarem dúvidas lembremos de novo Jesus :- “ Há muitas moradas na Casa de meu Pai”.

 

 

Resultado de imagem para sistemas solares

O Evangelho Segundo o Espiritismo,   cap. III  - SANTO AGOSTINHO - Paris, 1862  ( Tradução Prof.  José Herculano  Pires )

 ”Entre essas estrelas que cintilam na abóbada azulada, quantas delas são mundos, como o vosso,  designados pelo Senhor para expiação e provas! Mas há também entre elas mundos mais infelizes e melhores, como há mundos transitórios, que podemos chamar de regeneradores. Cada turbilhão planetário, girando no espaço em torno de um centro comum, arrasta consigo mundos primitivos, de provas, de regeneração e de felicidade. Já ouvistes falar desses mundos em que a alma nascente é colocada, ainda ignorante do bem e do mal, para que possa marchar em direção a Deus, senhora de si mesma, na posse do seu livre-arbítrio. Já ouvistes falar das amplas faculdades de que a alma foi dotada, para praticar o bem. Mas ai!, existem as que sucumbem! Então Deus, que não quer aniquilá-las, permite-lhes ir a esses mundos em que, de encarnações em encarnações podem fazer-se novamente dignas da glória a que foram destinadas.”