União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

Opinião de Frei Betto sobre Chico Xavier

Uma opinião insuspeita.

“As escrituras registram que Jesus passou a vida fazendo o bem. O mesmo se aplica a Francisco Cândido Xavier, o mais famoso kardecista brasileiro e um dos autores mais lido do País. Conheci-o nos anos 50, em Minas. 

Nos meios católicos contavam-se horrores a seu respeito. Espíritas e protestantes eram “queimados” na fogueira de nossos preconceitos até que o Papa João XXIII, nos anos 60, abriu as portas da Igreja Católica ao ecumenismo. Chico Xavier é cristão na fé e na prática. 

Famoso, fugiu da ribalta. 

Poderoso, nunca enriqueceu. 

Objeto de peregrinações a Uberaba, jamais posou de guru. 

Quem dera que nós, católicos, em vez de nos inquietarmos com os mortos que escrevem pela mão do Chico, SEGUÍSSEMOS, COM OS VIVOS, SEU EXEMPLO DE BONDADE E AMOR.’ 

FREI BETTO, frade dominicano, na revista ÉPOCA da Editora Globo 
(Transcrito do jornal Luzes do Consolador, de Goiânia – GO)