União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

Poeira de Estrelas ( Feliz o que cumpre a Lei e respeita a vida)

Contou-nos Dona Esmeralda Bittencourt que, certa época, hospedara-se na casa de Chico Xavier em Pedro Leopoldo. 

Espíritos afins, estiveram juntos na França, em outras existências. 

Dona Esmeralda, senhora respeitável, de idade mediana, bondosa e amiga. 

Na casa simples de Chico se alinhavam sempre numerosos sofredores, que iam buscar alívio aos seus sofrimentos. 

Na humildade e na paz daquele recinto amigo, recuperava ela as energias perdidas. Acabara de perder um filho de maneira violenta. Coração resistente à dor, mas, apesar disso, coração muito humano. Recebia do Chico e dos Espíritos Superiores reconforto e entendimento. 

Uma noite, acordou espantada com a luz que enchia o ambiente. Todo o ar que percorria a casa estava luminescente como se fosse poeira de luz ou poeira de estrelas. 

Os corredores e os quartos, iluminados por aquela luminosidade espiritual, como se preciosa luz de luar flutuasse no ambiente. 

Chico dormia. Todos dormiam. Apenas Dona Esmeralda, tomada de espanto, contemplava aquele espetáculo com respeito sagrado. Via o Chico como quem via um santo adormecido. 

E a poeira luminosa continuava flutuando no espaço como neve que caísse do firmamento. O assoalho humilde que cobria o chão estava impregnado daquela luz, e as paredes e o forro estavam cheios de seus reflexos. 

* * * 

E o nosso pensamento, diante dessa afirmativa de Dona Esmeralda, volta, vertiginosamente, no tempo e no espaço, à era em que Jesus veio à Terra. Disse Ele aos seus discípulos: - Muitos reis e príncipes da Terra, muitos profetas e santos desejariam ter visto um destes dias do Filho do Homem. Um só. 

* * * 

Vemos aí o poder espiritual acima de todos os poderes. O mundo material pouco vale em face do mundo espiritual. A vida eterna é realmente o tesouro do homem desterrado nos abismos da carne. 

Pobreza e simplicidade no mundo podem ser grandeza, imortalidade e glória no plano do espírito. 

Felizes daqueles que se humilham porque serão exaltados, diz o Senhor.

Felizes daqueles que cumprem a Lei e respeitam a vida, porque receberão a vida eterna. 

Livro: Chico Xavier – O Santo dos Nossos Dias 
R. A. Ranieri 
Editora Eco