União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

A favela do esqueleto. Um fato importante e um alerta.

 

 

 

Em conversa com o Escritor Ramiro Gama, Chico Xavier contou que visita, em Espírito, as favelas do antigo Estado da Guanabara, onde encontrava confrades conhecidos em provas dolorosas e redentoras e em busca das virtudes da humildade. O Escritor narra ao Chico que também visitava as favelas do Rio de Janeiro, e o impressionava as provas cruciais a que assistia. As crianças criando-se ao desamparo, sofrendo toda sorte de miséria. Tornam-se adultas e trazendo na fisionomia triste e desanimada os sinais das lutas enfrentadas. 

Chico aproveita para esclarecer-nos que o Dr. Bezerra, há tempos, deu-lhe, com relação ao assunto, uma explicação importante e na qual devemos meditar profundamente.

Espíritos cheios de dívidas, que desestimaram e ainda desestimam a bênção do tempo e o benefício das provas correcionais da pobreza e da riqueza, por ato de misericórdia divina, encarnavam por uns quarenta anos como filhos de famílias abastadas, nos bairros de Copacabana, Leblon, Botafogo, Ipanema...Depois, voltam à Espiritualidade e são examinados . E, Visto que continuam doentes, viciados, incorrigíveis, reencarnavam então, por outros quarenta anos, como filhos de famílias pobres e residentes nas favelas do antigo Estado da Guanabara. Em plena infância, ficam sem os pais. Aprendem sozinhos, a andar os caminhos rudes, espinhosos, da cidade da miséria e do desconforto...Sofrem moral e fisicamente. Apanham surras contínuas de outros companheiros das mesmas lutas...E acabam no além, depois disto, melhorando, com alguns méritos para desempenharem, mais tarde, tarefas educacionais e exemplificadoras no discipulado cristão. (Ramiro Gama, em lindos casos de Bezerra de Meneses).

NOTA: este é um fato que acontece ainda hoje, da mesma forma.
E NÓS, JÁ NOS AVALIAMOS COMO E ONDE ESTAREMOS NA PRÓXIMA EXISTÊNCIA?