União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

Reprodução assistida

A rigor, toda reprodução é assistida em um momento ou outro. Desde o trabalho das parteiras até os modernos tratamentos (objeto do nosso estudo) em clínicas especializadas em reprodução humana, há sempre um tipo de “assistência”. 

Mas, comumente, a expressão “Reprodução Assistida” se refere às Intervenções médicas utilizadas para aumentar a capacidade de gerar e trazer à luz uma criança, quando um casal é infértil. 

Infertilidade é um distúrbio do sistema reprodutivo masculino ou feminino que diminui a capacidade de ter filhos. Diz-se que um casal é infértil quando, num período de um ano a um ano e meio, sem uso de métodos anticoncepcionais, mantendo relações sexuais freqüentes, não consegue conceber.

Esterilidade é diferente de infertilidade. Embora sejam muitas vezes empregadas como sinônimos esterilidade é quando não existe mais chance de gravidez. 20% dos casais em idade fértil apresentam dificuldades para gerar filhos. Pelo menos metade precisará de técnicas mais avançadas como tratamento. A idade da mulher é determinante no direcionamento do tratamento. Sabe-se que acima de 35 anos há um declínio das chances de gravidez natural. Muitas observações poderiam ser feitas, a respeito da idade em que as mulheres atualmente estão escolhendo para ter filhos, em função de necessidades profissionais, por exemplo. (Mas fica para outra ocasião).