contato@usepiracicaba.com.br | 19 -1234 5678

Desde a primeira hora do Apostolado Divino, Jesus está chamando cooperadores para os serviços de extensão do Reino de Deus na Terra. A princípio, buscou Pedro e André, os pescadores humildes, à tarefa de salvação. Convocou Mateus, o administrador de impostos, à coleta de bens do Céu. Trouxe Maria de Magdala, a obsidiada de vários demônios, à necessária renovação. Convocou Joana, a esposa admirável de ilustre funcionário do bem público, ao concurso fraterno. Chamou Zaqueu, o mordomo da fortuna, do alto de um sicômoro, ao esforço de benemerência. Exaltou em Maria da Betânia o valor da meditação. Requisitou Marta, a preocupada servidora doméstica, às obras do pensamento sublime. Acordou Nicodemos, o mestre intelectual de Israel, para o ministério da santificação. Ergueu Lázaro, no sepulcro, para a manifestação do Divino Poder. E ainda, no último dia e na derradeira hora, despertou um ladrão crucificado para a divina esperança. Em todos os vinte séculos de Cristianismo que estamos vivendo, O Senhor está chamando Colaboradores para a sua obra excelsa de redenção e aprimoramento. Há serviço para cada um e degraus iluminativos para todos. Para onde segues, irmão? Jesus, por nós, imolou-se na cruz. Que fazemos nós por Ele?

Referências Bibliográficas:

Pelo Espírito Emmanuel, extraído da obra Nosso Livro. Lição nº 18. Página 47, psicografado por Francisco Cândido Xavier.