União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

O Cantinho de André Luiz

Muitas pessoas, que leram o livro “Nosso Lar” ou assistiram o filme do mesmo nome, tiveram, pelo menos, duas surpresas: o local inóspito onde tudo começou e a grande metrópole, agitada por mais de um milhão de habitantes, em pleno plano espiritual.

Não obstante a passagem de oito anos pelo Umbral, André Luiz não trazia, dali, uma ideia exata. Logo que se recuperou, deu vazão à curiosidade e pediu a Lísias que o informasse melhor. Se nem ele imaginava a extensão daquelas paragens, imaginem nós, seres embotados pela existência na carne. Também ficamos curiosos. Então aproveitemos a explicação do bom enfermeiro Lísias: o Umbral começa na crosta terrestre. É zona obscura onde estacionam aqueles que não atentaram para os deveres sagrados ou permaneceram no erro deliberado.

Antes de reencarnar, o Espírito promete se regenerar e cumprir determinadas tarefas no planeta, mas, uma vez mergulhado na carne, normalmente reincide nas mesmas faltas. Para ilustrar melhor, citou o seguinte exemplo: cada pessoa que vai reencarnar é portador de um fato sujo, para lavar no tanque da vida. Ao alcançar a oportunidade da vida terrestre, esquece de limpar essa roupa suja e a mancha ainda mais. Como regressar a um meio elevado em piores condições? Não é possível. Então o Umbral funciona como o local em que se esgotam os resíduos mentais inferiores, uma espécie de zona purgatorial, onde se queima o material nocivo, adquirido através do comportamento equivocado.

Deus permitiu que se criasse tal região, em torno do planeta, para que ali permaneçam as almas não tão perversas, para serem enviadas a colônias de reparação mais dolorosa, nem bastante nobres para serem conduzidas a planos de elevação. Essas criaturas são companheiras imediatas dos homens, separadas deles apenas por leis vibratórias. Como o ser humano é um dínamo de forças que cria, transforma ou destrói, muitos encarnados encontram no Umbral os companheiros que afinam com suas tendências e, nesse caso, não há barreira vibratória entre eles, apesar de se situarem em planos diferentes, passam a conviver através da sintonia.

O Umbral se encontra repleto de revoltados que, por não serem atendidos, pela Providência, em suas reivindicações e caprichos, se organizam e lutam contra as causas do Bem. Chegam a formar poderosos núcleos de poder.

No entanto, ali nunca faltou a proteção divina. Assim que se expira o tempo necessário de experiências, a entidade é resgatada e auxiliada em instituição de socorro. Foi o que aconteceu a André. Após longos oito anos de purgação necessária, foi resgatado e iniciou a sua sagrada missão de revelar aos homens as peculiaridades do mundo espiritual.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.