União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas
Calendário Espírita USE Piracicaba
1
Seg
2
Ter
3
Qua
4
Qui
5
Sex
6
Sáb
7
Dom
8
Seg
9
Ter
10
Qua
11
Qui
12
Sex
13
Sáb
14
Dom
15
Seg
16
Ter
17
Qua
18
Qui
19
Sex
20
Sáb
21
Dom
22
Seg
23
Ter
24
Qua
25
Qui
26
Sex
27
Sáb
28
Dom
29
Seg
30
Ter
31
Qua

A Humanização do Centro Espírita ( 37 sugestões)

A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)
A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)
A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)
A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)
A Humanização do Centro Espírita ( 37 SUGESTÕES)

Notícias Caminhos de Luz >>

 

Tv Da Federação Espírita Brasileira

Leia O Evangelho segundo o Espiritismo

Mensagens >>

      Queres o restabelecimento da saúde do corpo e isso é justo. Mas, atende ao que te (...)

Pensamentos >>

  “A fé se transforma numa luz em seu caminho, quando é verdadeira e inabalável.”” (Jairo Capasso)                                       (...)

O Arauto >>

Página 2- Editorial: Persistência No Bem Por Álvaro Vargas

Poesias >>

                               (  jairocapasso@uo.com.br )   Pai Nosso que estais nos Céus Na Terra (...)

      Se procuras Jesus Cristo Buscando paz e verdade, Segue, sempre onde estiveres O (...)

Através dos tempos...caminhei Vi, ouvi e senti Coisas de todas (...)

Artigos Mais Lidos >>

Medicina
                                   

RETRATOS DA VIDA.- Aylton Paiva (Lins/SP) Escritor e dirigente espírita em Lins/SP.

 

 

RETRATOS DA VIDA.

                                          Aylton Paiva (Lins/SP) Escritor e dirigente espírita em Lins/SP.

 

Josué acompanhava o amigo Pedro à banca de venda de revistas e jornais, ali na Avenida Paulista. O amigo cumprimentou o vendedor de forma amável e com um sorriso. O outro respondeu “entre os dentes”, com a “cara amarrada”, nem levantou a cabeça para dar-lhe a resposta. Solicitou o jornal que, diariamente, lia. O jornal foi atirado em sua direção, pelo vendedor com a mesma fisionomia fechada. Pedro pegou o jornal, estendeu a mão com o dinheiro para o pagamento e sorrindo, agradeceu e desejou um bom fim de semana para o mal humorado vendedor.

Josué, já irritado, indagou:

– Ele sempre está rancoroso e o trata de forma tão grosseira?

Pedro olhou para o amigo, visivelmente contrariado, sorriu e respondeu:

– Sim! Ele sempre apresenta esse mal humor…

– Mas, escute, e você sempre o trata com essa tranquilidade e ainda com um simpático sorriso?

– Sim, procuro tratá-lo bem! – Pedro, mas ele é sem educação, grosseiro!

– Eu sei. Essa é a primeira parte da minha ação com ele. Ganhar-lhe um pouco de confiança. Depois vou observar como posso ajudá-lo; se o seu mal humor é leve ou ele sofre de distimia.

– O que é distimia?

– Ah! Distimia é uma doença nervosa que se caracteriza por depressão, baixa autoestima e irritabilidade. O tratamento é feito com psicoterapia e até antidepressivos.

– E… se o mal humor for leve?

– Bem vou tentar ajudá-lo a se ajudar, na área do relacionamento humano.

– Só isso?

– Não! Vou, também, orar por ele, pois existem também influências psíquicas negativas que agem sobre as pessoas.

– Como você sabe disso?

– Sou espírita.

– e você, como lida com isso, não se sente ofendido ou com raiva,  Pedro?

– Josué, sob esse aspecto, é, também, muito importante que a gente aprenda a controlar os sentimentos e emoções. Não posso deixar que o seu mal humor ou a sua distimia contaminem o meu dia, meu relacionamento com os colegas de trabalho, com os amigos, com os meus familiares; enfim, que sua conduta interfira desarmoniozamente em mim. Por isso, é importante que, quando temos um sentimento ou emoção que nos golpeie a sensibilidade, façamos uma análise desse estado emocional, não nos deixando ser envolvidos irracionalmente.

 

Dizem os Mentores Espirituais: “ As paixões são como um corcel, que só tem utilidade quando governado e que se torna perigoso desde que passe a governar.” (O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, Ed. FEB, questão nº 908)

– Não é fácil fazer isso.

– Josué, você tem razão. Não é fácil. Os sentimentos e emoções explodem espontânea e subitamente, com um corcel selvagem a galopar…

 

– Então, não falei?

– Sim, porém, é preciso “domá-los”, controlá-los a fim de que eles sejam úteis à nossa vida e não combustíveis para o nosso desequilíbrio mental, espiritual e físico.

– Olha que interessante, Pedro, na capa do seu jornal, a matéria principal: “Viva Cada Dia Melhor”! Vou pensar nisso!

– Sim Josué, pense e… pratique. Será muito bom para você, ou melhor, para nós essa prática.

 

CIENTISTAS PROVAM, AS EMOÇÕES PROVOCAM ALTRAÇÕES NO CORPO

 

RAIVA,  MEDO,  DESGOSTO,  FELICIDADE,  TRISTEZA,  SURPRESA,  DESPREZO ANSIEDADE, AMOR, DEPRESSÃO,  ORGULHO, VERGONHA, INVEJA.

Com consequências boas ou   más  para a saúde. Cientistas  finlandeses mapeiam sensações corporais geradas por tipo de emoção (publicado no periódico Proceedings of the National Academies of Sciences (Pnas). A equipe de pesquisadores contou com 701 participantes em três países. Veja o artigo completo No Portal da Use  

www.usepiracicaba.com.br

Coluna  ARTIGOS, subtítulo MEDICINA.  

Nome  do Artigo  - ESPIRITISMO  E AS DOENÇAS   –   PROVAS CENTÍFICAS