União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

A queda

Não esperavas, mas caíste.
Caíste e sofres, porquanto te supunhas inatingível...

Agradece, contudo, a queda que te faz abrir os olhos para a realidade da vida.

Não desperdices energias, lamentando...
Agora, vês tudo por um prisma diferente.
Reformulaste antigos conceitos.

Entesouraste a compreensão, principalmente no que se refere às fraquezas alheias.
Adquiriste uma parcela maior de humildade.
Estás mais sensível às necessidades do próximo.
Reconheces, afinal, o valor do perdão.

Permitir a tua queda, foi o recurso que a Divina Providência encontrou a fim de disciplinar-te o coração em prazo mais curto, para que não viesse a te suceder coisa pior.

Irmão José/ Francisco Cândido Xavier
WWW.AFFETO.COM.BR